Imprimir esta página
terça, 12 março 2019 15:49

Sonae poupa 15 milhões com fatura eletrónica

A Sonae anunciou poupanças superiores a 15 milhões de euros por ano com a fatura eletrónica para os fornecedores, no âmbito do projeto de desmaterialização das comunicações com os seus parceiros, implementado em 2005.

O projeto, desenvolvido pela Direção de Serviços Administrativos (DSA), permitiu também poupar mais de 90 toneladas de papel, dez milhões de litros de água e mais de 50 milhões de emissões de dióxido de carbono por ano, além de salvar 2500 árvores.

“A implementação da fatura eletrónica no relacionamento com os fornecedores e parceiros foi um sucesso e permitiu ganhos significativos para todas as partes”, diz o diretor da DSA da Sonae, Nuno Guerreiro. “As equipas passaram a ter acesso a informações e indicadores de gestão com maior qualidade, agilidade e rapidez, o que veio facilitar o seu trabalho e gerar não só poupanças ambientais e financeiras, como também ganhos efetivos de produtividade”, acrescenta.

A Sonae gere, todos os anos, mais de três milhões de processos de faturação envolvendo mais de 20 mil fornecedores e parceiros. Atualmente, 100% das ordens de compra e 99% das faturas dos fornecedores externos são emitidas eletronicamente. No conjunto das empresas do grupo, 93% das faturas do total dos fornecedores são desmaterializadas.

Fonte: BA&N