sexta-feira, 11 dezembro 2020 12:29

World Retail Congress lança relatório anual

O World Retail Congress lançou o seu nono relatório, “The Retail World 2020: Retailing in a Time of Crisis”, que se foca nas mudanças trazidas ao retalho pela Covid-19. O trabalho conta com o contributo do EuroCommerce, que afirma que os governos nacionais da União Europeia (UE), "prestes a receber 750 mil milhões de euros de apoio para a recuperação", precisam de compreender que o comércio retalhista é um "motor vital da economia" e necessita de ser apoiado.

"À medida que nos aproximamos do final de um ano extraordinário, damos conta de uma série de desafios que o nosso setor terá de enfrentar. Se 2020 tem uma duração e um efeito dramático nos centros das cidades, os retalhistas podem ajudar a manter as comunidades vivas ou não há escolha a não ser fechar? Precisamos de reduzir a equipa física das lojas e acelerar a automação e as novas tecnologias? Como conhecer a explosão da procura por vendas online e garantir que os clientes tenham um serviço perfeito e recebam as mercadorias de forma eficiente? As respostas para cada uma dessas perguntas dependerão do modelo de negócios e do segmento cada empresa", refere o diretor-geral do EuroCommerce, acrescentando que os governos nacionais da UE precisam de apoiar os retalhistas, "particularmente os pequenos retalhistas dos centros da cidade", a acelerar a transição omnicanal.

O relatório, de 130 páginas, reúne as exposições de vários retalhistas séniores, especialistas em retalho e comentadores, que tentam perceber e interpretar algumas mudanças trazidas pela pandemia de Covid-19.

Além disso, há entrevistas detalhadas com líderes do retalho, como: Tesco, Walgreens, Tendam, Woolworths South Africa e Spar International. A insígnias refletem sobre este ano e perspetivam 2021.

Fonte: EuroCommerce

Newsletter

captcha 

Assinar Edição ImpressaAssinar Newsletter Diária